Infecção Urinário de Repetição

Infecção Urinário de Repetição

Em 98% dos casos é causado por E. coli, em menor percentual pela Moxarella sp., Klebisiella sp., Bramamella sp. (no caso de serem bactérias diferentes da E. coli é porque o paciente tem contato com animais ou com alguém que tenha contato constante com animais).

Mas o exame de urina vai acusar a presença.

Quando ocorrem recorrências das infecções urinários, o sistema imunológico do paciente pode estar hiper-reativo, então, quando encontra a bactéria ou os metabólitos secundários inicia um processo inflamatório e a bactéria acaba se aproveitando da lesão tecidual para se multiplicar. A caso específicos, por exemplo, a pessoa com deficiência física e precisam usar sonda, a própria sonda funciona como um mecanismo lesionador tecidual.

Isolamos de um paciente com infecção grave de repetição uma Escherichia coli de (MARSA), altamente alergênica. Fizemos culturas e extraímos os metabólitos secundários e fizemos um processo de lisar estas bactérias e esterilizar.

Para um tratamento bem-sucedido precisamos apenas de um frasco na concentração de 1:1.000. As aplicações são semanas, ou seja, de 7/7 dias. Como não sabemos o quão reativo está o paciente iniciamos com 0,1mL e seguimos para 0,2mL, 0,3mL, 0,4mL e 0,5mL e continuamos nessa dosagem até o término do frasco. Geralmente não é necessário um segundo frasco.

Caso a bactéria seja diferente da E. coli, podemos fazer de forma especifica para a bactéria que foi encontrada no exame de urina.

Enxaqueca e Imunoterapia

Enxaquecas de repetição geralmente estão associadas a ingestão de certos alimentos, tai como leite (qualquer um), carne de porco, carne bovina, amendoim, chocolate e queijos, principalmente os queijos amarelados.

Mas porque temos enxaqueca ingerindo certos alimentos, porque nossa flora intestinal processa estes alimentos e gera substâncias estranhas, que acabam sendo transportadas para as meninges, sim existe um vaso linfático que faz conexão entre a região intestinal e a meninge. Provavelmente estas substâncias afetam o influxo de água nas meninges causando dor e consequentemente a enxaqueca.

Há um trabalho publicado do Dr. Sabrá sobre este assunto, e de como pode ser realizada a cura funcional do Autismo, apenas com uma dieta restritiva. O estudo mostrou uma cura funcional em 1/3 dos pacientes de autismo tratados.

Voltando ao assunto, os alimentos citados são os principais, mas podem existir outros, ou pode existir um limiar, ou seja, se ingerir uma quantidade acima de um certo limite a enxaqueca vai se manifestar.

O melhor é excluir o alimento, será um trabalho que vai depender mais de o paciente informar corretamente o que ele consumiu em excesso até 3 dias antes de ter a enxaqueca. Sim, não é uma questão de ingeriu alimento a enxaqueca aparece pode haver um atraso.

O único medicamento recomendado seria fazer uso do fator de Transferência Sublingual 6 gotas diárias e excluir os alimentos mais comuns sabidamente causadores da dieta. O suco detox também pode ser utilizado para reorganizar a flora intestinal.

Deve ser excluída a possibilidade de o paciente ter bioacumulado mercúrio, cádmio e alumínio.




Dúvidas, Orçamentos, Sugestões, Críticas Ficaremos Felizes em poder ajudar!


Av. Rio Branco 277, Sala 1108 - Centro, Rio de Janeiro - CEP: 20040-009

CNPJ: 05.382.206/0001-47

© Todos os direitos reservados - 2018